Um olhar crítico a indústria em crescimento das apostas no Brasil | Precisamos amadurecer | por: Kaleo Ramos

O que me leva a escrever um post crítico, em relação a indústria ainda em desenvolvimento das apostas é ver a possibilidade de um incrível mercado que pode impactar positivamente na vida de milhares de pessoas se desfazer, por uma simples falta de cuidado e informação.  No entanto, eu acredito que mais eficiente que apenas achar culpados o melhor a se fazer é dar soluções aos problemas, ou seja, disponibilizar informações relevantes que contribuam para o crescimento saudável da indústria.

Nos próximos trechos desse post, vamos desmembrar um pouco das frustrações e das informações que são evidenciadas logo no primeiro contato com as apostas.

As primeiras decepções

Quando iniciamos nas apostas, temos alguns sentimentos que balançam o nosso emocional e nos fazem perder dinheiro, e o pior, nossos sonhos. Infelizmente isso acontece por causa de uma sujeira envelopada em marketing pobre e mentiroso que é espalhada na rede. São dezenas de propagandas enganosas que vêm se multiplicando ano após ano. A imagem de um cara bem-sucedido contando dinheiro em seu carro importado, enquanto faz apostas pelo celular, brilha nos olhos daqueles que apenas querem uma chance de ganhar dinheiro e ter uma vida boa, assim como a do sujeito que fala bem e convence que ganhar dinheiro nas apostas é fácil! Fácil? Não mesmo! Mas extremamente possível! O que acontece é que embriagado com esses sonhos e falsas visões das apostas o apostador iniciante inicia sua jornada, afoito e com sede de vitória que para sua surpresa aos fazer algumas apostas percebe o quanto é “fácil” acertar uma aposta, logo em poucos segundos dopado pelo sentimento de satisfação que uma aposta ganha proporciona o seus pensamentos começaram a idealizar planos e sonhos. O triste é que alguns apostadores vão levar até mesmo anos para perceberem que isso é apenas uma ilusão!

As propostas

Preste bastante atenção no que eu vou te dizer agora, não importa a quantidade de apostas que você acerta, mas sim o quanto te pagam por ela! Portanto, quando você ver alguém com uma grande quantidade de acertos te oferecendo possibilidades de ganhos financeiros, questione! Acredite, trabalhando com apostas desde 2008 eu posso falar que vi e recebi propostas de todo tipo de picareta, e fora os que tentam ganhar dinheiro em cima de você sabendo que o método deles não funciona, ainda tem os inacreditáveis que realmente acreditam que descobriram a fórmula mágica do mundo das apostas, não suficiente em enganar a si próprio, ainda tentam vender suas mentiras para outros.

Existem questões, que apesar de óbvias valem a pena citar. Em relação às propostas, existem as de má fé, as por ignorância e as justificáveis que podem ou não valer a pena de acordo com a sua estratégia.

As de má fé

Em geral as propostas de má fé, são feitas por golpistas profissionais, pessoas especializadas em atrasar a vida dos outros, essas propostas são bem-feitas, com um marketing quase impecável, suas falas são perfeitas, convencem até mesmo os mais desconfiados.  Sabe aquele papo de “eu quero te ver bem, assim como eu você também pode conseguir”? Primeiro, é claro que existem pessoas boas, mas se ele está te cobrando por uma coisa que ele poderia fazer sozinho para ganhar mais dinheiro é extremamente óbvio de que isso é uma cilada. Oras, se é tão bom assim e ele já tem dinheiro suficiente para exibir,  porque ele não investe e paga para você, já que a intenção dele é te ajudar?

Ignorantes

Esses eu realmente lamento, pois nem sempre são pessoas ruins as vezes estão apenas iludidos e por achar que encontraram um método, antes mesmo de ir até o fim com ele e enriquecer, já tentam vender a sua fórmula milagrosa para os outros. Seus discursos, soam como se eles próprios quisessem acreditar na mentira que contam a vocês! Se são bons, provem primeiro!

Justificáveis

Aqui estão propostas que são justas, mas será que são boas para você? Será que vale a pena? Aqui também matamos aquela falácia que “se o apostador é bom, não faz sentido vender curso”. Geralmente, essa frase é dita por que não entende um princípio básico das apostas, ou seja, para se fazer uma aposta é preciso ter algo para oferecer em troca, no caso dinheiro. Uma pessoa pode ser um excelente apostador, mas se ela não tiver dinheiro para apostar, de nada adianta. No entanto, ele pode vender o seu conhecimento e não há nada de errado nisso! Agora se vale ou não a pena, se aquela pessoa sabe ou não o que está ensinando, bom isso é você quem vai ter que decidir!

O efeito positivo do marketing agressivo

 Mas será que existe algo de positivo no marketing agressivo que é espalhado na rede? Sim, controverso, mas de certa forma o “boom” das apostas no Brasil se deve a esse marketing exagerado e agressivo. É inegável que quanto mais se fala em apostas mais populares elas ficam e com uma demanda maior os operadores de sites gamblers se veem obrigados a melhorar os seus serviços já que a concorrência passa a aumentar também. Nessa onda surfam também, os vendedores de cursos capacitados, ou seja, aqueles que são capazes de oferecer um bom ensinamento sobre as apostas. Afinal, nesse mercado os impostores não sobrevivem por muito tempo!

Continua…

💰BÔNUS💰

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *